Como foi duro torcer para Vitali Klitschko

Wilson Baldini Jr.

18 de fevereiro de 2012 | 21h50

Eu me senti na obrigação de torcer para Vitali Klitschko na luta contra o desqualificado britânico Dereck Chisora. Mas devo admitir que foi muito difícil aguentar os 12 roundes. Não aguento o estilo dele. E agora que ele está velho…..meu Deus! Um horror. No começo, achei que o Chisora até poderia surpreender, mas ele já estava cansado no segundo assalto. Foi mais uma luta entre pesos pesados para se esquecer. E ainda estão falando em revanche????? Chega, por favor!

Mas incrível é o público alemão. O ginásio estava completamente lotado. Um amigo me disse que o que chama a atenção do público são as atrações musicais antes do evento principal. Vai ver que é isso.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.