Excepcional pugilista; péssimo cantor

Wilson Baldini Jr.

07 de maio de 2011 | 15h58

LAS VEGAS – É comum que os grandes atletas se aventurem a fazer coisas que normalmente não fariam. Com Manny Pacquiao não é diferente. Ele gravou um CD. Um horror.

A coisa boa é que o dinheiro da venda do produto é todo revertido para instituições de caridada das Filipinas. Uma parte da música principal diz: “Minha luta é nossa luta. A luta de todos os filipinos.”

Tudo o que sabemos sobre:

caridadeCDFilipinasManny Pacquiao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.