Foreman aconselha Hopkins a parar e criar marca de grelha

Wilson Baldini Jr.

25 de abril de 2014 | 09h17

George Foreman, ex-campeão mundial dos pesos pesados, aconselhou Bernard Hopkins a se aposentar enquanto está por cima. “Ele (Hopkins) esteve ótimo em sua última luta. Fantástico! Parecia imbatível, mas agora deixe o boxe. Cria uma marca de grelha. Tenho dez filhos, dez netos e dois bisnetos e vou fazer com que todos eles compram pelo menos uma grelha.”

Foreman foi campeão dos pesados em 1973, quando derrotou Joe Frazier e ficou campeão até o ano seguinte, ao ser derrotado por Muhammad Ali. Ele reconquistou o cinturão em 1994, aos 45 anos, ao nocautear Michael Moorer. Ao pendurar as luvas vendeu seu nome a uma marca de grelhas (George Forema Grill) e ganhou mais de US$ 100 milhões. E continua faturando muito alto.

“Quando estava com 56 anos, quis voltar ao boxe, pois achava que tinha condições de ganhar o título mais uma vez, mas aí minha mulher me disse para eu não fazer isso. Todo mundo precisa de alguém para dizer isso para gente. É preciso deixar enquanto se está bem. Ninguém quer ficar deitado no ringue quando as cortinas se fecharem.” Foreman está com 65 anos.

Hopkins, de 49 anos, venceu Beibut Shumenov, sábado (dia 19) e unificou os cinturões da AMB e da FIB dos meio-pesados. Ele quer lutar até os 50 anos e sonha conquistar os títulos do CMB e da OMB. “Respeito Foreman por tudo que ele fez no boxe, mas não posso perder a chance de fazer grandes lutas”, afirmou Hopkins, que pretende encarar Adonis Stevenson.

Tudo o que sabemos sobre:

Bernard HopkinsGeorge Foreman

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.