Golovkin sofre ‘nocaute’ pessoal

Wilson Baldini Jr.

19 de fevereiro de 2014 | 09h15

O casaque Gennady Golovkin é apontado como o maior pegador da atualidade, dono do cinturão dos médios, invicto em 29 lutas (26 nocautes), mas sofreu uma “derrota” irreparável. Vítima de parada cardíaca, morreu, aos 69 anos, Gennady Ivanovic, pai de Golovkin.

O pugilista, acompanhado de seu manager Tom Loeffler e do técnico Abel Sanchez, viajou para acompanhar o enterro.

Golovkin volta a lutar dia 26 de abril, no Madison Square Garden, em Nova York, possivelmente contra Andy Lee.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.