Luvas e peso: preocupações do CMB

Wilson Baldini Jr.

21 de fevereiro de 2014 | 08h45

Mauricio Sulaymán, presidente do Conselho Mundial de Boxe, anunciou suas duas maiores preocupações com o boxe. Primeiro: a manipulação das luvas. Segundo o dirigente, que substitui seu pai (José) morto em janeiro, vários casos já foram registrados de luvas sem a proteção interna total, o que aumenta o perigo para os dois boxeadores em combate.

A perda de peso rápida também é outro motivo de preocupação para o CMB. Por isso, a entidade vai exigir pesagem obrigatória 30 dias e uma semana antes dos combates por título mundial, na tentativa de deixar os lutadores sem problema com a balança, evitando baixas de peso de até dez quilos em poucos dias.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.