Matthysse e Maidana soltam o verbo

O primeiro criticou Garcia e o segundo cutucou Mayweather

Wilson Baldini Jr.

21 de agosto de 2014 | 08h45

Os argentinos Lucas Matthysse e Marcos Maidana ganharam as manchetes esta semana. Matthysse, que luta dia 6 de setembro, contra Roberto Ortiz, disse que se irritou ao ver a vitória de Danny Garcia sobre Rod Salka. “Todos sabiam que Rod Salka não era nada para Garcia e não iria lhe causar problema. Foi um adversário escolhido para Garcia somar mais um nocaute e só se ficou esperando o momento da queda”, disse o pugilista, que soma 35 vitórias (33 nocautes) e três derrotas.

Matthysse lutou e perdeu para Garcia em setembro do ano passado, por pontos.

Maidana, que fará a segunda luta com Floyd Mayweather, dia 13 de setembro, aproveitou para apimentar ainda mais o duelo. ‘Chino’ afirmou que Adrien Broner é mais forte que Mayweather. “Floyd tem uma pegada de respeito, mas não me machucou na primeira luta. Já Broner pega bem mais forte.”

Maidana venceu Broner no fim do ano passado e perdeu para Mayweather em maio. As duas lutas terminaram por pontos, após 12 assaltos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.