Mayweather diz que imagens não eram verdadeiras

Campeão mundial foi ouvido pela Comissão Atlética de Nevada, em Las Vegas

Wilson Baldini Jr.

23 Setembro 2014 | 18h36

Floyd Mayweather disse que a maconha consumida, as várias mulheres, as apostas feitas em dinheiro e as lutas de 30 minutos foram todas forjadas para o programa “All Acess”, do canal Showtime, que serviu como promoção para sua luta contra o argentino Marcos Maidana, dia 13 de setembro, em Las Vegas.

Mayweather foi ouvido ontem pela Comissão Atlética de Nevada, em Las Vegas. “Está é uma nova geração, mais jovem. Pensamos que precisamos ir além do boxe e fazer algo diferente para buscar um número maior de assinantes”, disse o atual campeão mundial dos meio-médios e médios-ligeiros, versão Conselho Mundial de Boxe.

A Comissão de Nevada não se pronunciou após as palavras de Mayweather.