Mayweather será ouvido pela Comissão de Nevada

Um duelo em sua academia entre dois novatos, antes da luta com Maidana, chamou a atenção pela violência

Wilson Baldini Jr.

19 Setembro 2014 | 18h43

Floyd Mayweather vai ter de explicar a sessão de sparring que ocorreu em sua academia dias antes da luta contra Marcos Maidana. Na oportunidade, Sharif Rahman, um dos filhos do ex-peso pesado Hasim Rahman, apanha muito de Donovan Cameron, em 31 minutos de luta sem descanso. Sob os gritos e aplausos de Mayweather e dezenas de pessoas, o combate foi violento e só parou quando Sharif caiu por entre as cordas. As cenas puderam ser acompanhadas na série “All Acess”, apresentada como preparação para o duelo Mayweather x Maidana 2.

Mayweather afirmou que se tratava de uma luta sob as regras “dog house”, quando o combate é disputado até que alguém desista. Muitas apostas em dinheiro foram feitas durante a disputa.

Francisco Aguilar, membro da Comissão Atlética do Estado de Nevada, disse que “a preocupação é com o estado de saúde dos atletas”.

Mayweather deverá ser ouvido na próxima semana.