Miguel diz para Popó pensar bem antes de voltar

Wilson Baldini Jr.

18 de dezembro de 2014 | 19h00

O ex-campeão mundial Miguel de Oliveira aconselhou Acelino Popó Freitas a pensar “muito bem” antes de voltar para o boxe. “Quando se é jovem já é duro lutar boxe, imagina voltar depois de um bom tempo parado. Não sei o que ele está pensando, mas lhe desejo sorte”, disse Miguel, que foi dono do cinturão mundial dos médios-ligeiros do Conselho Mundial de Boxe em 1975.

Miguel acha que Popó tem condições técnicas para voltar, mas acha que seu trabalho vai ser bem mais difícil como meio-médio, categoria que o pugilista baiano pretende integrar em seu segundo retorno ao boxe. “O Popó lutava com 59, 61 quilos e agora vai ter de encarar caras com 66 quilos. É bem mais complicado.”

Miguel lutou de 1968 a 1980. Foram 46 vitórias (28 nocautes), cinco derrotas e um empate. “Abandonei o boxe aos 33 anos e nunca tive vontade de parar, pois estava satisfeito com o que havia conquistado. O Popó, talvez, ainda tenha a ambição de ganhar mais.”

Tudo o que sabemos sobre:

Acelino Popó FreitasMiguel de Oliveira

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.