Oscar Natalio Bonavena: uma lenda argentina

Wilson Baldini Jr.

25 de setembro de 2012 | 09h20

Oscar Natalio Bonavena, o Ringo, completaria hoje 70 anos. O peso pesado argentino teve seu principal momento em 7 de dezembro de 1970, quando enfrentou Muhammad Ali, no Madison Square Garden, em Nova York. Equilibrou demais o combate contra o mito da nobre arte, aguentou 15 roundes, só foi cair no fim e se tornou uma lenda para os argentinos.

Até hoje o recorde de público do Ginásio Luna Park, em Buenos Aires pertence a sua luta contra Gregorio “Goyo” Peralta, em 4 de setembro de 1965: 25.236 espectadores.

Floyd Paterson, Zora Folley, Joe Frazier, Jimmy Ellis, George Chuvalo e Karl Mildenberger foram algumas das feras que Bonavena encarou no ringue. Ringo venceu três vezes o nosso Luis Faustino Pires (1967, 1969 e 1970).

Bonavena somou 58 vitórias (44 nocautes), 9 derrotas e um empate. Morreu assassinado em 22 de maio de 1976, com um tiro de rifle em um bordel de Nevada. Mais de 150 mil pessoas foram ao seu velório, no Luna Park, que jamais esteve tão triste.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: