Patrick Teixeira e Jackson Jr.: duas joias brasileiras

Wilson Baldini Jr.

29 de agosto de 2012 | 17h26

O boxe brasileiro não vive boa fase apenas no amadorismo, com as três medalhas conquistadas nos Jogos de Londres. No profissionalismo são vários os talentos. Dois dos melhores são Patrick Teixeira e Jackson Jr.

Empresariados pelo competente Eduardo Mello, os dois estão com a carreira em ascensão. Jackson Jr., de 26 anos, derrotou o argentino Walter Javier Crücce, de 40 anos, no quinto assalto, terça à noite no Baby Barioni, e ficou com o cinturão latino dos meio-pesados da Organização Mundial de Boxe.

Patrick Teixeira, de 21 anos, luta dia 8, no México, pelo cinturão internacional dos médios-ligeiros, versão Conselho Mundial de Boxe. Seu rival será o mexicano Omar Vazquez, de 38 anos.

Segundo Edu Mello, Patrick viaja juntamente com o técnico Xuxa no domingo para ambientação e finalização dos treinamentos. Em caso de vitória, Patrick deverá disputar o cinturão prata, último passo antes do cinturão mundial.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.