Provodnikov diz que aceita encarar o amigo Pacquiao

Wilson Baldini Jr.

14 de janeiro de 2014 | 20h17

A amizade entre o russo Ruslan Provodnikov e o filipino Manny Pacquiao não será problema para um futuro combate entre os dois. Pelo menos foi o que disse Provodnikov, que já trabalhou como sparring do supercampeão. O duelo pode ser anunciado para 12 de abril, no MGM Hotel, em Las Vegas.

“Trata-se de um negócio. O fato de eu ser amigo de Manny não atrapalha as negociações”, disse Provodnikov, atual campeão dos meio-médios-ligeiros, versão Organização Mundial de Boxe. Seu cartel é de 23 vitórias (16 nocautes) e duas derrotas. Pacquiao acumula 55 vitórias, 5 derrotas e dois empates.

Além de Provodnikov, Robert Guerrero e Timothy Bradley aparecem com chances de encarar Pacman. A tão esperada luta com Floyd Mayweather segue sendo apenas um sonho.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: