Que pena!

Wilson Baldini Jr.

27 de setembro de 2009 | 01h25

O peso pesado ucraniano Vitali Klitschko continua campeão do Conselho Mundial de Boxe, ao derrotar na madrugada de domingo o norte-americano Chris Arreola, por nocaute técnico, no décimo round. O duelo foi no ringue do Staples Center, em Los Angeles.

Klitschko, de 38 anos, venceu pela 38ª vez (37 nocautes). Ele só tem duas derrotas na carreira. Arreola, de 28 anos, perdeu pela primeira vez, após 28 combates.

O juiz Jon Schorle parou a luta no intervalo para o 11º round, por achar que Arreola estava sangrando muito pelo nariz. O pugilista dos Estados Unidos, decepcionado, chorou muito ainda em cima do ringue.

1º round – Arreola toma a iniciativa do combate, apesar dos fortes jabs de Klitschko.

2º round – Klitschko segue acertando bons golpes, aproveitando as falhas na defesa de Arreola. O americano sorri e demonstra não sentir os golpes do campeão.

3º round – Arreola vai para cima, mas não consegue encontrar a distância correta para desferir os golpes. Então começa a agredir a linha de cintura do rival.

4º round – Arreola melhora bastante e acerta bons golpes de direita e esquerda no rosto e na cintura de Klitschko.

5º round – Arreola segue castigando a linha de cintura de Klitschko, que, mesmo assim, vai melhor no assalto.

6ª round – Klitschko demonstra cansaço e força o clinche nos ataques de Arreola.

7º round – Arreola parece sentir o braço esquerdo, mas vai para o ataque e consegue acertar duas boas sequências de golpes.

8º round – Klitschko acerta Arreola, que não interrompe o ataque, apesar do sangramento no nariz, e levanta os torcedores no Staples Center.

9º round – Klitschko ganha mais um assalto. Arreola sangra bastante pelo nariz, mas vai para o córner sorrindo.

10º round – Arreola está cansado. Vira um alvo fácil para Klitschko. O round acaba. O juiz vai até o córner de Arreola e resolve interromper a luta, decretando a vitória para o campeão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.