Sem cirurgia, Wilder deve lutar no UK

Wilson Baldini Jr.

23 de janeiro de 2015 | 10h12

Foi descartada uma cirurgia na mão direita de Deontay Wilder fraturada dia 17 durante o combate contra Bermane Stiverne, no qual o norte-americano conquistou o título mundial dos pesos pesados, versão Conselho Mundial de Boxe.

Com isso, ficou mais próximo um duelo entre Wilder e o britânico Tyson Fury. Inicialmente, a luta deve ocorrer no Reino Unido. Os empresários acreditam que Wilder ainda necessite de boas vitórias para lotar os ginásios de Las Vegas. Contra Stiverne, pouco mais de 8,5 mil espectadores (metade da capacidade) estiveram no Hotel MGM, em Las Vegas.

Já Fury possui uma legião de fãs e especula-se que uma luta com Wilder possa lotar o estádio de Wembley no fim do primeiro semestre.

Tudo o que sabemos sobre:

Deontay WilderTyson Fury

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.