Tio processa Cotto e quer US$ 7,5 milhões

Wilson Baldini Jr.

17 de julho de 2009 | 11h51

O porto-riquenho Miguel Cotto ganhou um grave problema na sua preparação para encarar o filipino Manny Pacquiao, dia 14 de novembro, em Las Vegas. Seu tio, Evangelista Cotto, entrou com um processo contra ele em um tribunal de Porto Rico, exigindo o valor de US$ 7,5 milhões.

Os dois chegaram a trocar socos durante um treino, quando Cotto afirmou que queria passar a treinar na Flórida, Estados Unidos. Em outra briga, Evangelista teria atirado uma pedra no Jaguar novo de Cotto. Dias depois, Evangelista foi a um hospital tratar de fraturas nas costelas e no nariz.

Turminha brava, hein???

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.