Torcida não ganha luta

Wilson Baldini Jr.

14 de setembro de 2013 | 16h40

Grande parte do do público que vai superlotar o ginásio do Hotel MGM vai estar ao lado de Saul Canelo Alvarez. Até mesmo os cerca de 500 argentinos, que vai apoiar Lucas Matthysse na preliminar diante de Danny Garcia. Mas clima semelhante Mayweather já enfrentou em 2007, quando teve pela frente o esforçado britânico Rick Hatton.

Naquela oportunidade, a torcida britânica foi muito agressiva com Mayweather, que foi vaiado intensamente pelos dez mil ingleses presentes na Cidade do Jogo desde o momento em que entrou no ginásio. Mesmo assim, o americano venceu por nocaute no décimo assalto. Torcida não ganha luta. Mas Canelo é muito melhor que Hatton.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: