Ucraniano é um exemplo para Yamaguchi Falcão

Wilson Baldini Jr.

15 de outubro de 2013 | 12h32

Em 1976, Leon Spinks foi campeão olímpico em Montreal. Com sete lutas como profissional, enfrentou e venceu Muhammad Ali. Pois este feito poderá ser superado pelo ucraniano Vasyl Lomachenko. Empresariado por Bob Arum, o bicampeão olímpico tem uma proposta para encarar Orlando Salido, pelo cinturão dos penas da OMB, dia 25 de janeiro, em Nova York. Se aceitar, será seu segundo combate entre os profissionais.

Em sua estreia, Lomachenko recebeu US$ 100 mil para vencer sábado, em Las Vegas, José Ramirez, que somava 27 lutas – 24 vitórias e três derrotas.

E depois algumas pessoas dizem que Yamaguchi Falcão fez mal em se profissionalizar…

Em tempo: Lomachenko foi o lutador que venceu, em decisão polêmica, o brasileiro Robson Conceição no Mundial de 2011, que serviu de Pré-Olímpico para Londres. Robson saiu do ringue vencedor nas quartas de final, mas o ucraniano ficou com a vitória após análise de vídeo dos diretores da AIBA.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.