Velhinho bom de briga

Wilson Baldini Jr.

27 de outubro de 2010 | 20h54

Roberto “Mano de Piedra” Duran, aos 59 anos, continua bom de briga. Político no Panamá, ele discutiu com Miguel Sanchiz, presidente do Comité Olímpico do Panamá. Duran o chamou de corrupto e pediu a sua renúncia, após o anúncio de que o país não iria organizar os Jogos Bolivarianos em 2013.

Quatro seguranças do dirigente foram tentar tirar Duran do recinto, mas o ex-campeão mundial dos leves, meio-médios, médios-ligeiros e médios reagiu e intimidou os fortões. Boa Duran!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.