Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Jerome Miron/USA Today Sports
Jerome Miron/USA Today Sports

'Administrei bem', diz Chris Paul sobre lesões antes da final da NBA contra Bucks

Peça fundamental para o sucesso do Phoenix Suns, o armador superou diversas lesões até a primeira decisão de sua carreira

Redação, Estadao Conteudo

05 de julho de 2021 | 09h36

Peça fundamental para o sucesso do Phoenix Suns nesta temporada, o armador Chris Paul superou diversas lesões até chegar em sua primeira final de NBA na carreira. O rival será o Milwaukee Bucks. Recentemente ele revelou que atuou em parte da série contra o Los Angeles Clippers, pela final da Conferência Oeste, com alguns ligamentos da mão direita rompidos. Além disso, ele teve de lidar com a covid-19, que o afastou dos primeiros duelos.

Aos 36 anos, Chris Paul mostrou porque é considerado um dos melhores armadores da história da liga e anotou 41 pontos no jogo que colocou os Suns nas finais da NBA após 28 anos. "Eu administrei bem", comentou quando perguntado sobre os impactos das lesões em seu corpo.

O camisa 3 finalmente venceu um "fantasma" antigo que o encontrava na reta final dos playoffs, como na temporada 2017-2018, quando atuava no Houston Rockets. Na época, Chris Paul se machucou no jogo 5 enquanto o time liderava a série por 3 a 2 contra o Golden State Warriors, não retornou mais e a franquia levou a virada na série.

Em seu 16.° ano de NBA e prestes a disputar o anel de campeão, CP3, como é conhecido, reconhece que um descanso breve será útil para recarregar as baterias e chegar saudável na abertura das finais. "Cada dia de folga foi muito bom e todos nós temos a chance de descansar um pouco antes de começar novamente", disse em entrevista coletiva.

O primeiro jogo da série melhor de sete será nesta terça-feira, às 22 horas (de Brasília), na Talking Stick Resort Arena, em Phoenix.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.