América e Americana creem em final equilibrada no basquete feminino

Não é só nos nomes que os dois finalistas da Liga de Basquete Feminino (LBF) se parecem. Disparados os dois melhores times da quinta edição do torneio, América-PE e Americana-SP prometem fazer uma decisão equilibrada. As finais, em melhor de três jogos, começam no próximo sábado, às 10h, em Recife.

Estadão Conteúdo

14 de abril de 2015 | 14h58

"Será um jogo muito difícil, de igual para igual, já que os dois times finalistas integram a elite do basquete feminino nacional. Temos como objetivo buscar esse título para o nosso Estado", analisa o técnico do Uninassau/América, Roberto Dornellas.

O América é o herdeiro do time montado pelo Sport Recife, campeão da temporada 2012-2013 e vice no ano passado, também em finais contra o Americana. O clube rubro-negro chegou a anunciar o fim da equipe, que migrou para o América. Depois, pressionada pela torcida, a diretoria da Ilha do Retiro voltou atrás e montou um novo time, que terminou a LFB no quinto lugar.

Já o Unimed/Americana está na quarta final consecutiva e quer repetir os títulos de 2012 e 2014. "Buscaremos e faremos o melhor para nós e para o nosso clube, pois só depende de nós. Lutamos, choramos e sentimos dor, porque vivemos como atleta e passamos por isso, mas, chegou aquela parte mais gostosa, a hora de jogar muito mais do que jogamos, porque final dá aquele frio na barriga, uma vez que sentimos prazer pelo que fazemos", comenta a armadora Joice.

Para chegar à final, o Americana venceu o Maranhão basquete, enquanto o América passou pela equipe de São José dos Campos. Como venceu 17 dos seus 18 jogos, contra 16 vitórias das pernambucanas, o time paulista tem a vantagem de fazer duas partidas em casa. O segundo jogo será no sábado dia 25, com o desempate, se necessário, na segunda-feira, dia 27.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteLBF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.