Carlos Osorio/AP
Carlos Osorio/AP

Antigo auxiliar de Casey, Nick Nurse será o novo técnico do Raptors na NBA

Novo treinador da equipe vai comandar pela primeira vez um time da NBA

Estadão Conteúdo

12 Junho 2018 | 18h06

O Toronto Raptors definiu nesta terça-feira seu novo técnico para a temporada 2018/2019 da NBA. Tentando espantar as decepções recentes nos playoffs, a franquia canadense optou pelo nome de Nick Nurse, antigo auxiliar de Dwane Casey, demitido ao fim da última temporada.

+ Seleção brasileira de basquete é convocada para Eliminatórias com Scott Machado

+ Demitido do Raptors, Dwane Casey será o novo técnico do Pistons na NBA

Nurse tem 50 anos e viverá sua primeira experiência como técnico na NBA. Ao longo da carreira, o treinador passou por equipes da Inglaterra, Itália e Bélgica, além de ter comandado times da G-League, a lida de desenvolvimento da NBA. Ele está no Raptors há cinco anos, sempre trabalhando como auxiliar de Casey.

No novo cargo, Nurse terá a incumbência de acabar com o trauma criado pelo time canadense nos playoffs da NBA. Na última temporada, por exemplo, o Raptors teve sua melhor campanha na história da liga, terminou como líder do Leste, com 59 vitórias, mas foi "varrido" pelo Cleveland Cavaliers nas semifinais da conferência.

Casey estava no comando do Raptors desde 2011 e levou a equipe aos playoffs em cinco oportunidades. Foi justamente o histórico na pós-temporada, porém, que pesou contra o técnico. Nestes anos, foram duas quedas na primeira rodada do Leste, para Brooklyn Nets e Washington Wizards, e três derrotas seguidas para o Cavaliers, sendo as duas últimas por 4 a 0.

Por isso, acabou demitido pela franquia - mesmo tendo sido escolhido o técnico do ano na NBA por seus colegas de profissão - e acertou com o Detroit Pistons. Assim, abriu espaço para Nurse, que seguirá com o trabalho realizado nos últimos anos no comando de nomes como os de DeMar DeRozan e Kyle Lowry, os dois maiores destaques da equipe.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.