Apesar do boicote, seleção feminina de basquete atropela Argentina em amistoso

Mesmo com o desfalque de diversas de suas principais jogadoras, que aderiram a um boicote contra a Confederação Brasileira de Basquete (CBB), a seleção brasileira feminina de basquete venceu a primeira partida de preparação para o evento-teste visando os Jogos Olímpicos do Rio. Nesta terça-feira, a equipe atropelou a Argentina sem qualquer dificuldade, por 81 a 39, na Urca.

Estadão Conteúdo

12 de janeiro de 2016 | 22h01

O técnico Antônio Carlos Barbosa teve que superar o desfalque de nove atletas, que pediram dispensa em meio ao boicote criado pelos clubes da Liga Nacional por discordarem da postura da CBB. Apenas as atletas do Sampaio Correa e a experiente pivô Érika, que está sem clube desde que deixou seu time na Turquia, além da pivô Clarissa, do Corinthians/Americana, discordaram do boicote.

Barbosa precisou promover a estreia de diversas novatas, incluindo algumas vindas da Série A2 do Paulista, mas os nomes de mais experiência foram suficientes para que o Brasil atropelasse a Argentina.

O cenário precário do basquete feminino ganhou ares ainda mais condizentes com sua atual situação quando goteiras no teto do ginásio da Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx) interromperam a partida por cerca de dez minutos no segundo quarto do duelo desta terça.

Nesta quarta, a seleção fará sua segunda partida amistosa, contra a Austrália, na Arena Carioca 1. No fim de semana, disputará um evento-teste neste mesmo ginásio, contra Argentina, Venezuela e Austrália.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteseleção femininaamistoso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.