Após decepção na Grécia, seleção de basquete volta ao Brasil

Na chegada a São Paulo, jogadores brasileiros pedem a manutenção do técnico espanhol Moncho Monsalve

Redação,

22 de julho de 2008 | 21h34

Fora dos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto, a seleção brasileira masculina de basquete desembarcou na noite desta terça-feira em São Paulo, após a campanha decepcionante no torneio pré-olímpico de Atenas, na Grécia, que era a última chance de o Brasil se classificar para as Olimpíadas.O técnico espanhol Moncho Monsalve não retornou com o grupo e a continuidade do trabalho do treinador é incerta. Na chegada à capital paulista, os jogadores brasileiros pediram a manutenção do comandante."A primeira coisa que fiz quando terminou a partida contra a Alemanha (que eliminou definitivamente o Brasil de Pequim) foi conversar com Moncho. Eu agradeci a ele e pedi que continuasse", afirmou o pivô Thiago Splitter.Para o veterano Marcelinho Machado é difícil em um período tão curto de trabalho avaliar o que o treinador pode fazer pela seleção. "Mas o certo é que o nível cresceu e por isso deve permanecer", assinalou.Outro que elogiou o trabalho de Moncho Monsalve foi Alex Garcia. "Estamos muito acostumados a um determinado estilo, mas o que ele faz com a gente foi muito bom. Após o pré-olímpico, nós jogadores sentamos para conversar e avaliamos que ele realmente deveria ficar".Depois da decepção no pré-olímpico das Américas no ano passado, Momcho foi contratado pela Confederação Brasileira de Basquete para tentar levar o Brasil de volta às Olimpíadas, algo que não acontece desde Atlanta, em 1996. No entanto, após o fracasso na Grécia, o futuro do técnico ainda não foi definido pelos dirigentes. (Com EFE)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.