Jim Young/Reuters
Jim Young/Reuters

Após sair dos Bucks, Pau Gasol assina contrato com o Portland Trail Blazers

Pivô espanhol de 39 anos retorna a um time da Conferência Oeste, onde já esteve em outras ocasiões

Redação, Estadão Conteúdo

25 de julho de 2019 | 12h50

Bicampeão da NBA e seis vezes escolhido para o All-Star Game, o pivô espanhol Pau Gasol já tem um novo time para a próxima temporada. Depois de deixar o Milwaukee Bucks em maio, o astro anunciou nesta quinta-feira, em suas redes sociais, que assinou um contrato de um ano com o Portland Trail Blazers. É a sua volta à Conferência Oeste, onde já defendeu o Los Angeles Lakers, o San Antonio Spurs e o Memphis Grizzlies.

Aos 39 anos, o irmão mais velho da família Gasol - Marc, mais novo, foi campeão da NBA recentemente com o Toronto Raptors - chega para suprir a saída de Enes Kanter, que se transferiu para o Boston Celtics. O jogador titular na posição é Jusuf Nurkic, que teve uma grave lesão no final da temporada passada e deve retornar ao time apenas em fevereiro do ano que vem.

Assim, Pau Gasol foi contratado pelos Blazers para agregar sua experiência e será peça importante nesse período sem o pivô bósnio. Na temporada passada, o espanhol teve números tímidos, tendo médias de 12,2 minutos, 4,2 pontos e 4,7 rebotes com o San Antonio Spurs. Com os Bucks, para onde se transferiu em fevereiro, atuou em apenas três partidas.

Além do pivô espanhol, a franquia do Oregon adquiriu também Hassan Whiteside, do Miami Heat, para preencher essa lacuna na posição de pivô. Pau Gasol chega para ser peça na rotação.  

Na carreira, o espanhol tem médias de 17,0 pontos e 9,2 rebotes após 17 temporadas na NBA. Seus títulos, em 2009 e 2010, foram pelos Lakers. Na seleção da Espanha, ganhou duas medalhas de prata (Pequim-2008 e Londres-2012) e uma de bronze (Rio-2016) nos Jogos Olímpicos, sagrou-se campeão mundial em 2006 e venceu ainda três Europeus - em 2009, 2011 e 2015.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.