Andy Wong/AP
Andy Wong/AP

Argentina ganha e avança no Mundial de Basquete; outros 5 países garantem vaga

Comandada pelo veterano Luis Scola, equipe supera a Nigéria por 94 a 81

Redação, Estadao Conteudo

02 de setembro de 2019 | 13h15

O Mundial masculino de basquete, que está sendo realizado na China, conheceu nesta segunda-feira os seus primeiros classificados à segunda fase. Ao todo são seis países - Argentina, Rússia, Polônia, Sérvia, Itália e Espanha - que venceram pela segunda vez em duas rodadas da fase de classificação da competição e já se garantiram entre os dois primeiros colocados de seus grupos.

Apesar dos 13 pontos de vantagem no placar final, a seleção da Argentina teve trabalho para derrotar a Nigéria por 94 a 81, pelo Grupo B. O destaque foi o pivô Luis Scola, que com seus 23 pontos se tornou o segundo maior cestinha da história dos Mundiais. Agora com 611 pontos, o jogador de 39 anos ultrapassou o australiano Andrew Gaze, que parou nos 594, e só está atrás do brasileiro Oscar Schmidt, o Mão Santa, que marcou 906.

Os argentinos se classificaram na chave junto com a Rússia, que derrotou com facilidade a Coreia do Sul por 87 a 73. Nesta quarta-feira, em Wuhan, as duas seleções se enfrentarão na luta pelo primeiro lugar, que dará vantagem para a fase seguinte.

Outro grupo já decidido é o D, disputado em Foshan. Nele, a Sérvia se destacou ao massacrar Filipinas por 126 a 67, com 20 pontos do pivô Nemanja Bjelica e outros 17 do ala Bogdan Bogdanovic. "Nossos jogadores fizeram um bom trabalho. O próximo jogo é crucial e estamos preparados para ele", disse o técnico Aleksandar Djordjevic. O próximo compromisso dos sérvios, nesta quarta-feira, será contra a Itália, que também a vaga antecipada ao ganhar de Angola por 92 a 61.

No Grupo C, o destaque da rodada foi a atuação do pivô Marc Gasol, que com 19 pontos - 11 só no terceiro período - comandou a vitória da Espanha sobre Porto Rico por 73 a 63, em Guangzhou. O resultado positivo classificou os espanhóis, já que porto-riquenhos e a Tunísia, com um triunfo cada, duelaram nesta quarta-feira pela segunda vaga.

Por fim, no Grupo A, a Polônia venceu a seleção da casa por 79 a 76, nesta segunda-feira, em Pequim, e já se garantiu na segunda fase. A China terá que lutar pela segunda colocação contra a Venezuela, que no outro duelo da chave derrotou Costa do Marfim por 87 a 71.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.