Kamil Krzaczynski/EFE
Kamil Krzaczynski/EFE

Armador dos Bulls, Derrick Rose passará por nova cirurgia

Destaque do time de Chicago será submetido a nova intervenção no joelho e perderá o restante da temporada após ruptura no menisco  

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2015 | 12h12

O pesadelo das lesões parecem mesmo não abandonar o armador Derrick Rose. Pela terceira vez nas últimas quatro temporadas, o jogador do Chicago Bulls terá que passar por uma cirurgia no joelho. Desta vez, o problema é na perna direita, uma ruptura no menisco, que deve tirá-lo de quadra pelo restante da NBA. O Bulls, no entanto, disse que uma previsão do período de afastamento só poderá ser realizada após a cirurgia.

Rose vinha reclamando de dores no joelho nos últimos dias e os exames de imagem a que foi submetido mostraram o que todos temiam. Além do período de afastamento, o armador sofre com a queda de rendimento, já que a cada lesão parece mais longe daquele jogador que encantou a NBA com sua velocidade e infiltrações.

A sequência de contusões, aliás, passou a assolar o armador depois que ele foi eleito MVP (jogador mais valioso) da temporada 2010/2011. Em 2011/2012, atuou em somente 39 dos 82 jogos e durante os playoffs sofreu a ruptura no ligamento cruzado anterior de seu joelho esquerdo que o obrigou a passar pela primeira cirurgia.

A recuperação foi longa e obrigou Rose a ficar afastado de toda temporada a temporada 2012/2013. A expectativa era vê-lo em plenas condições em 2013/2014, mas após somente 10 jogos ele sofreu uma ruptura de menisco no joelho direito, passou por nova cirurgia e ficou de fora do restante do campeonato.

De volta no início desta temporada, atuou em 46 dos 57 jogos do Bulls até sofrer novamente o mesmo problema no menisco. Desta forma, o armador atuou em somente 95 jogos nas últimas quatro temporadas, 33% das partidas do time de Chicago.

Terceiro colocado da Conferência Leste, com 36 vitórias, o Bulls deve sentir falta de seu astro, que vinha tendo médias de 18,4 pontos e cinco assistências por jogo. Sem ele, Kirk Hinrich e Aaron Brooks deverão dividir os minutos como armador da equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.