Reprodução Twitter Atlanta Hawks
Reprodução Twitter Atlanta Hawks

Atlanta Hawks contrata técnico estreante para vaga de Budenholzer

Lloyd Pierce foi escolhido para assumir o time de pior campanha na Conferência Leste na última temporada da NBA

O Estado de S.Paulo

11 Maio 2018 | 22h30

O Atlanta Hawks anunciou nesta sexta-feira seu novo técnico para a temporada 2018/2019 da NBA. Em reconstrução e depois de ficar na última colocação da Conferência Leste, a franquia da Georgia apostou no estreante Lloyd Pierce, que ocupará o cargo de treinador pela primeira vez na liga, na vaga de Mike Budenholzer.

+ Premiado por colegas, técnico do Raptors é demitido após 'varrida' do Cavaliers

+ Auxiliar do Spurs é anunciado como novo técnico do Charlotte Hornets

"Quando projetamos o novo técnico para nosso time, era importante encontrar um professor dinâmico, que pudesse desenvolver e se conectar nosso jovem elenco, enquanto implementa a cultura de alto nível que sentimos que é necessária para nosso programa ter sucesso", declarou o diretor geral e chefe das operações de basquete do Hawks, Travis Schlenk.

Há 11 anos na liga, Pierce trabalhou como assistente nas quatro franquias que passou até o momento. Ele começou no Cleveland Cavaliers, passou pelo Golden State Warriors e o Memphis Grizzlies antes de chegar ao Philadelphia 76ers, onde trabalhou com Brett Brown na campanha que terminou na semifinal da Conferência Leste.

 

"Este é o dia para o qual eu estava trabalhando há um bom tempo, e é uma honra ser o técnico do Atlanta Hawks. Eu tenho muito respeito pelo Travis e uma forte crença em seu plano para trazer um campeonato para a cidade de Atlanta. Depois de passar um tempo com os donos, ficou claro que eles investiram e se comprometeram a fazer desta uma organização modelo. É a oportunidade perfeita para mim", considerou Pierce.

Na última temporada da NBA, o Hawks terminou na 15.ª e última colocação do Leste, com apenas 24 vitórias. Esta foi a primeira vez que a equipe ficou de fora dos playoffs após 10 classificações consecutivas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.