Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Basquete entra na fase decisiva

Depois de três meses na primeira fase, o Campeonato Nacional Masculino de Basquete entra nas quartas-de-final a partir de sexta-feira, em séries melhor-de-cinco jogos. O confronto mais equilibrado deve envolver COC/Ribeirão Preto, que busca o bicampeonato, e Flamengo. O primeiro jogo entre eles será no domingo, às 15h30.Apesar de ter ficado apenas com a 7ª posição na fase classificatória, o time de Ribeirão é temido pelos adversários. Mas o Flamengo chega com moral para o confronto, já que terminou a primeira fase na vice-liderança - atrás apenas de Uberlândia.Os dois técnicos exigem cautela dos seus atletas. "Eles são tricampeões paulistas e buscam o bicampeonato nacional. Não dá para dizer que os jogos não serão difíceis", disse Emanuel Bomfim, que comanda o Flamengo. "Mas prefiro não me preocupar com o que eles vão fazer no jogo. Temos de fazer a nossa parte, sem pensar no que eles podem fazer."Aloísio Ferreira, o Lula, técnico do time de Ribeirão Preto, estudará nesta quinta o Flamengo em vídeos que ele mesmo edita. "Agora é briga de cachorro grande. Para esse primeiro jogo, queremos entrar com a defesa forte porque o Flamengo é um time com muita consistência ofensiva. Vamos tentar incomodar e ser agressivos também no ataque", avisou.Emanuel e Lula também concordam que a campanha na primeira etapa vale pouco a partir de agora. "Os oito times que se classificaram para as quartas-de-final têm condições de jogar pelo título. A única vantagem do Flamengo é que, se houver um quinto jogo, será na casa deles. Daqui em diante não tem adversário melhor ou pior. É jogar melhor, para avançar para a próxima fase", afirmou o técnico de Ribeirão. "Se nós estivéssemos em segundo e eles em sétimo, minha preocupação seria a mesma."Emanuel endossa: "Agora zerou tudo. O futuro será decidido a partir de cinco jogos. A vantagem de jogar em casa um possível quinto jogo é muito pequena para uma campanha tão longa."Os alvos do técnico do Flamengo serão Renato e Nezinho. "São eles dois que fazem o jogo de Ribeirão andar, mas o conjunto do Lula é muito forte porque a base é a mesma há algum tempo. Já falei para meus atletas que é agora que eu quero ver a cara que nosso time tem."Na sexta-feira, às 18h30, a Uniara/Araraquara recebe a Universo/Ajax, com transmissão da SporTV. No sábado, às 11h, o Corinthians/UMC/Mogi vai a Campos enfrentar o ACF. Na terça-feira, às 20h, a Universo-BH/Minas joga em casa, contra a Unit/Uberlândia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.