Basquete feminino está otimista no México

Já de olho nas semifinais, a seleção brasileira feminina de basquete começa nesta quarta-feira a briga pela única vaga em jogo no Torneio Pré-Olímpico do México, na cidade de Culiacán. As primeiras adversárias, às 23 horas (de Brasília), são as chilenas. Nesta segunda-feira, as brasileiras fizeram o primeiro treino no México. Das 12 jogadoras convocadas por Barbosa, sete irão disputar a competição pela primeira vez: Cíntia Tuiú, Érika, Iziane, Jacqueline, Leila, Micaela e Vivian. ?Depois de quatro anos longe da seleção brasileira, é muito gratificante poder defender novamente o País. A convocação do Barbosa foi uma surpresa e me deixou muito feliz ao saber que ele confia no meu trabalho", disse a pivô Leila, que representou o Brasil pela última vez nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg/99. A pivô afirmou que não se importa em ficar no banco. ?Independente de começar jogando ou não, vim para o México para ajudar a equipe a vencer essa competição e conquistar a vaga olímpica. Temos de pensar coletivamente e quem entrar em quadra vai dar tudo de si e fazer o melhor." A ala Iziane, de 21 anos, está ansiosa pela estréia. ?Vestir a camisa da seleção é sempre uma emoção. Nós estamos vivendo uma situação diferente. A cobrança e a responsabilidade são grandes e sabemos não podemos cometer erros. O Brasil é considerado favorito e isso serve como uma motivação a mais para classificar o grupo para a Olimpíadas de Atenas/2004." Experiente, mas também estreante em um torneio pré-olímpico, a pivô Cíntia Tuiú, de 28 anos, pede humildade às companheiras. ?Cada uma sabe o papel que deve desempenhar em quadra para ajudar o Brasil a conseguir a classificação para Atenas. Com todo respeito aos adversários, estamos aqui para conquistar a única vaga das Américas. Para isso, foi muito importante todo o programa desenvolvido para a seleção. A equipe está bem entrosada e preparada para enfrentar mais esse desafio." Pelo Grupo A, o time comandado por Antônio Carlos Barbosa ainda enfrenta as mexicanas, na quina-feira, antes do início da fase final. O Grupo B tem Cuba, Canadá, Argentina e República Dominicana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.