Basquete feminino tenta superar crise

O basquete feminino tenta superar uma das piores crises em quadra, com resultados técnicos que possam ajudar a reverter uma situação de falta de patrocínio e atraso de salários. A rodada desta segunda, pelo Campeonato Nacional Feminino terá um confronto de invictos - Santo André (sem patrocínio) e Vasco (sem salários), jogam às 20 horas, no Ginásio Pedro Del?Antonia, em Santo André. Com cinco vitórias cada, o time que vencer assume a liderança. Sábado, o Vasco vence a Unimed/Ourinhos (73 a 69) e Santo André foi melhor contra Jundiaí/São João (108 a 78).Nos outros jogos da rodada, o Panará ganhou da AA Guaru/Nova Geração (100 a 88) e o Brasil Juvenil da Univille/Abaj/Joinville (77 a 62). Nesta segunda-feira, jogam, às 20 horas, Brasil x Paraná e Unimed x Jundiaí; às 21 horas, Guaru x Joinville (com SPORTV).O supervisor do Paraná Basquete, Hélio Vendramini, informou que essa semana o grupo tentará resolver o atraso do repasse de dois meses (R$ 300 mil), de verba que o governo do Estado fornece ao projeto.Ribeirão - O COC/Ribeirão derrotou o Botafogo por 95 a 92, neste domingo, pelo Nacional Masculino. A Unit/Uberlândia venceu a Sogipa, sábado, por 116 a 78, e lidera o torneio, com o mesmo número de pontos de Ribeirão, mas vantagem na cesta average.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.