Basquete: novatos dão ânimo ao Bauru

O armador Leandrinho e o pivô Murilo, ambos de 17 anos, ajudam na campanha de recuperação que o Tilibra/Copimax, de Bauru, vem fazendo no Campeonato Nacional Masculino de Basquete. O time do técnico Jorge Guerra, o Guerrinha, ganhou cinco partidas consecutivas incompleto - os titulares Raul e Michel estão fora da quadra por problema de contusão. Bauru tem cinco derrotas e oito vitórias - cinco delas nas últimas rodadas, incluindo contra o Vasco (89 a 88) e o Marathon/Franca (98 a 73), em casa. O técnico concorda que essa edição do Nacional vem sendo marcada como o campeonato da renovação para os clubes, devido ao trabalho que as equipes de São Paulo, como Franca, Ribeirão Preto, Casa Branca e Bauru vêm fazendo."No nosso caso, foi uma circunstância, mas vem dando certo", observou Guerrinha sobre a escalação dos juvenis. O time-base de Guerrinha tem Leandrinho, Vanderlei, Marlon, Murilo e Brasília. Kel, que também é juvenil, entrou no lugar de Michel e acabou sendo substituído por Murilo, que é de Lages, Santa Catarina, e da seleção brasileira cadete. Leandrinho, da seleção brasileira juvenil, está substituindo Raul, de 43 anos."É claro que a molecada tem sido importante e está procurando espaço", disse Guerrinha. "Mas não temos preconceito contra idade ou raça e a renovação não se faz porque alguém ficou velho e sim pela troca do pior pelo melhor", observou o técnico.Mas Guerrinha, também um ex-jogador que teve de brigar por espaço - na seleção brasileira foi um dos herdeiros da posição que era do técnico Hélio Rubens - acha que o segredo de seu time tem sido a mescla entre os jogadores jovens e os mais experientes. "Temos jogado com um time mais experiente no segundo tempo, usando jogadores como Leon e Raul, que voltou de uma contusão, mas já é dúvida novamente para a próxima partida." O técnico também observou que, no início do Nacional, sua equipe estava "quebrada", cansada pela desgastante final contra Franca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.