Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Basquete recebe R$ 2,2 mi da Eletrobrás

A julgar pelo entusiasmo do ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, até o final do ano o esporte brasileiro estará em quase sua totalidade agraciado com patrocínios de empresas estatais. Nesta quinta-feira, no Rio, ele prestigiou a assinatura de contrato entre a Eletrobrás e a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) para o apoio às seleções femininas."O nosso objetivo é o de ajudar primeiramente os esportes coletivos.Esportes como a canoagem (já patrocinado pela Petrobrás) poderiam ter o apoio da Usina de Itaipu. Estamos tentando também algo para o ciclismo", afirmou o ministro.Por enquanto, a Eletrobrás somente patrocinará as seleções femininas, mas tanto o presidente da CBB, Gerasime Grego Bozikis, quanto o ministro e o presidente da estatal, Luiz Pinguelli Rosa, já iniciaram contatos com o objetivo de ampliar o compromisso para o masculino. Pelo acordo assinado nesta quinta-feira, a entidade vai receber R$ 2,2 milhões. O contrato tem validade até janeiro de 2004. A CBB, em parceria com o Ministério do Esporte, decidiu que R$ 1,5 milhão dos recursos serão destinados às seleções femininas e à organização do Campeonato Brasileiro Adulto. O restante, que será custeado pelas subsidiárias da Eletrobrás, vai ser usado em quatro projetos sociais: os Centros de Basquete Integrados, o Campeonato Colegial Eletrobrás, o Desenvolvimento de Talentos, para jovens entre 9 e 16 anos, e os Campeonatos Brasileiros de Seleções (cadete e juvenil).Grego disse que o basquete brasileiro vive um momento mágico - referia-se às medalhas conquistadas em São Domingos pela equipe feminina (bronze) e a masculina (ouro). Ele lembrou que o acordo com a Eletrobrás prevê a prorrogação do contrato por mais cinco anos - até os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. "Esta primeira fase é experimental", afirmou o presidente da CBB.O presidente da Eletrobrás, Luiz Pingueli Rosa, enalteceu as conquistas da CBB. "O basquete brasileiro tem uma longa tradição de vitórias, o que dá muita alegria ao País."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.