Thomas Peter / Reuters
Thomas Peter / Reuters

Bogdanovic brilha, Sérvia vence República Checa e termina o Mundial em 5º

Seleção sérvia era considerada uma das favoritas ao título antes do início do torneio

Redação, Estadão Conteúdo

14 de setembro de 2019 | 14h26

Tida como uma das favoritas a conquistar o Mundial de Basquete antes de o torneio começar, a Sérvia encerrou sua participação na competição realizada na China no quinto lugar, conquistado neste sábado, com o triunfo por 90 a 81 em cima da República Checa.

A Sérvia era uma das postulantes ao título do torneio, mas, assim como os Estados Unidos, falhou em sua missão e não teve um papel de protagonista na China. A seleção do leste europeu vinha de um vice-campeonato mundial na última edição disputada na Espanha, em 2014, e de uma quarta colocação em 2010, quando o torneio foi realizado na Turquia.

No entanto, os sérvios foram dominados pela Argentina e caíram nas quartas de final nesta edição. Depois, o time europeu derrotou os Estados Unidos no duelo que poderia ser a final esperada por muitos e ganhou o direito de disputar o quinto lugar.

Em quadra, os sérvios contaram com grande atuação do armador Bogdan Bogdanovic, que já havia brilhado na partida anterior diante dos norte-americanos. O jogador, que disputa a NBA pelo Sacramento Kings, voltou a ser o cestinha do jogo, desta vez com 31 pontos, além de ter dado três assistências e ajudado com quatro rebotes.

Nikola Milutinov e Stefan Jovic, com 14 e 12 pontos, respectivamente, e Nikola Jokic, que contribuiu com incríveis 14 rebotes, também se destacaram na partida.

Pelo lado da República Checa, algoz do Brasil na segunda fase e responsável direta pela eliminação do time brasileiro no torneio, o maior pontuador foi Patrik Aud(16).

O jogo foi equilibrado até o primeiro tempo, visto que o primeiro quarto terminou empatado em 20 a 20 e o segundo com vantagem para os checos, que abriram 50 a 41. Na metade final do jogo, a Sérvia encaixou a defesa, passou a atacar com mais eficiência e garantiu o triunfo na China.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.