Mike Segar/ Reuters
Mike Segar/ Reuters

Boston Celtics anuncia que aposentará camisa 5 de Kevin Garnett nesta temporada da NBA

Homenagem está programada para acontecer em 13 de março de 2022

Redação, Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2021 | 16h00

A carreira de Kevin Garnett será cimentada no ginásio TD Garden, em Boston, nesta temporada da NBA. O pivô se tornará o 24.º jogador da história do Boston Celtics a ter sua camiseta pendurada. A homenagem acontecerá em 13 de março de 2022, quando os Celtics receberão o Dallas Mavericks.

Garnett, que foi campeão em 2008 com o time, passou seis temporadas de sua carreira em Boston usando o número 5. O pivô chegou a equipe através de uma troca em 2007 com o Minnesota Timberwolves, se juntando aos então astros Paul Pierce e Ray Allen. Além do título em 2008, também chegaram às finais em 2010, perdendo para o Los Angeles Lakers.

Previamente, os Celtics fizeram o anúncio surpresa da homenagem no intervalo de uma partida contra o Los Angeles Clippers em 13 de fevereiro de 2020. "Estou honrado e agradecido de ter meu número aposentado pelo Celtics", Garnett declarou. "Eu sempre vou ter um grande respeito e apreciação pelos donos, Danny Ainge, Doc Rivers, meus companheiros e os fãs", terminou.

Porém, com a pandemia da covid-19 interrompendo a temporada 2019-2020, os Celtcis não tiveram a oportunidade de celebrar Garnett do jeito que gostariam, com os fãs no TD Garden. Agora a oportunidade chega em março de 2022 e com o ex-técnico do pivô no Brooklyn Nets, Jason Kidd, presente. O ex-jogador foi anunciado como novo treinador dos Mavericks nesta intertemporada.

Em sua passagem por Boston, Garnett teve médias de 15,7 pontos, 8,3 rebotes e 2,7 assistências. Recentemente, o pivô foi introduzido no Hall da Fama junto de Kobe Bryant e Tim Duncan na classe de 2020. E, além disso, também marcará presença na cerimônia introduzindo o ex-companheiro Paul Pierce no final deste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.