Brasil bate Canadá e vai à semifinal como 1.º do Grupo A

A seleção feminina de basquete venceu o Canadá por 61 a 45, nesta sexta-feira, no ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá (MT), e assegurou a primeira colocação do Grupo A da Copa América. Se vencer seu próximo confronto, neste sábado, a equipe do técnico Paulo Bassul garantirá vaga ao Mundial de 2010, na República Checa. Caso venha a perder, terá mais uma chance na disputa de terceiro lugar, no domingo.

ALAN RAFAEL VILLAVERDE, Agencia Estado

25 de setembro de 2009 | 23h00

Apesar de fechar a primeira fase com três vitórias em três jogos, a seleção brasileira demonstrou muitas falhas como falta de movimentação no ataque, marcação errada e precipitação nos arremessos de quadra, em parte atribuída à mescla de jogadoras experientes com jovens que ainda não entraram na filosofia de Bassul.

Mesmo diante de tais problemas, o Brasil deve conquistar sua vaga ao Mundial e, aí, renovar de vez o plantel, que hoje é comandado pela diretora Hortência, símbolo máximo da era vitoriosa da seleção, campeã do mundo em 1994.

A seleção brasileira finalmente encontrou alguma marcação adversária. O Canadá deu muito trabalho nos primeiros dois quartos. E, como o aproveitamento nos arremessos era pífio, o jogo foi para o intervalo com a vantagem brasileira de oito pontos (26 a 18).

Os últimos dois quartos foram melhores. A armação brasileira funcionou um pouco mais, sendo suficiente para fechar o jogo com 16 pontos de vantagem e a primeira vaga do Grupo A assegurada para a disputa da semifinal.

NÚMEROS - O destaque do Brasil foi a experiente Alessandra, com 12 pontos e quatro rebotes, enquanto a jovem Fran ajudou com oito pontos e 12 rebotes. Pelo lado do Canadá, o destaque foi Gabriele Teresa, com 10 pontos.

Nos números coletivos, a seleção teve 40% nos arremessos de dois pontos e 67% nos lances livres, um pouco melhor do que nos dois primeiros jogos. Já o Canadá encontrou mais dificuldades para furar a defesa brasileira e fechou com aproveitamento de apenas 29% nos arremessos de dois pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteCopa AméricaBrasilCanadá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.