Brasil embarca para jogar Mundial feminino de basquete

Após Torneio Internacional de Picardie, time de Carlos Colinas viaja nesta segunda para Praga

AE, Agência Estado

20 de setembro de 2010 | 11h11

A delegação brasileira que disputará o Mundial feminino de basquete deixa a França e viaja nesta segunda-feira, às 13h15 (horário de Brasília), para Praga, na República Checa, onde a competição será realizada.

No último sábado, durante a última rodada do Torneio Internacional de Picardie, na França, o Brasil foi derrotado pelas francesas por 69 a 59, encerrando o torneio amistoso com apenas uma vitória - ganhou da Argentina e perdeu também para o Japão.

A seleção brasileira feminina, comandada pelo técnico Carlos Colinas, está no Grupo C do campeonato, ao lado de Mali, Espanha e Coreia do Sul, adversária da estreia, nesta quinta, às 10h15 (de Brasília).

"A estreia numa competição de alto nível sempre é complexa. O momento é muito esperado e, por isso, é normal o nervosismo e ansiedade. A Coreia tem um estilo de jogo incômodo, difícil de marcar. Mali é uma equipe limitada tecnicamente, deverá ser o jogo mais fácil da primeira fase. A Espanha é um time bastante competitivo e naturalizou a pivô americana Sancho Lyttle, justamente a posição em que era carente. Esta será a partida que deve definir quem será o primeiro colocado do grupo", declarou o treinador.

Antes do embarque para a República Checa, Colinas definiu o grupo de 12 jogadoras que participará do Mundial. Depois da chegada de Iziane e Érika, que disputavam a decisão da WNBA e se juntaram à seleção apenas depois do início do período de preparação em solo europeu, o técnico acabou cortando duas atletas: a ala Micaela e a armadora Tássia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.