Brasil entra confiante no Mundial de basquete

O Brasil enfrenta um tradicional freguês na estréia do Campeonato Mundial Feminino de Basquete, nesta terça-feira, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Cheia de confiança e contando com o apoio da torcida, a seleção comandada pelo técnico Antônio Carlos Barbosa irá jogar contra a Argentina, um adversário sem grande expressão, a partir das 15h15, com transmissão da Globo, ESPN Brasil e SporTV. ?Nada como estrear contra a Argentina para tirar a responsabilidade da estréia. É um time que a gente já conhece bem?, disse a ala Janeth, veterana da equipe brasileira, com 37 anos. "O basquete feminino na Argentina não é tão profissional quanto para as brasileiras, que atuam com destaque na Europa e WNBA?, admitiu o técnico Barbosa. Ainda na primeira fase do campeonato, o Brasil irá enfrentar Coréia do Sul (quarta-feira) e Espanha (na quinta) - das quatro seleções, três passam para a segunda etapa. ?A equipe está tranqüila para a competição, porque fizemos um bom trabalho de preparação. Temos condições de fazer um excelente Mundial. Para a gente, a competição deve começar efetivamente nas quartas-de-final?, avisou Barbosa. Para Barbosa, que está no cargo há 10 anos, esta é a ?melhor seleção brasileira que comanda e, sem dúvida nenhuma, a melhor que o Brasil formou depois da geração de 1994 (campeã mundial, com Paula e Hortência)?. Por isso mesmo, ele confia na conquista de uma medalha para o Brasil. ?É uma seleção com várias opções de formação. Temos um conjunto de bons valores individuais", avaliou Barbosa. "Estou confiante, não quer dizer que vamos ser campeões, mas vamos enfrentar rivais em situação de igualdade, com grandes chances de chegar a uma medalha.?

Agencia Estado,

11 Setembro 2006 | 19h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.