Brasil festeja vaga antecipada no basquete feminino

A seleção brasileira feminina de basquete conquistou a vaga antecipada à segunda fase da Copa América de Xalapa na última terça-feira, ao vencer a Argentina por 69 a 60 e manter os 100% de aproveitamento após três partidas. O time do técnico Luiz Augusto Zanon lidera o Grupo B do torneio e diante das argentinas bateu seu adversário mais difícil até o momento.

AE, Agência Estado

25 de setembro de 2013 | 08h48

"O que deve ser destacado hoje (terça) é a vitória do Brasil. Esse resultado nos deu a primeira colocação do grupo e também a classificação antecipada. Dentro da partida, vários fatores fizeram com que o nosso jogo não fosse tudo o que poderia ser, como a determinação, o posicionamento e o coração das argentinas, que precisam vencer esse jogo que se transformou no mais importante para elas", comentou Zanon.

O treinador ainda exaltou a maturidade das jogadoras, apesar da média de idade de cerca de 25 anos. "Quero destacar também a maturidade das brasileiras em partidas deste nível de exigência, pois acredito que seja na dificuldade que essas meninas mais novas vão ganhar experiência internacional. Pedi muita calma para a equipe e levamos essa disputa no equilíbrio buscando sempre o resultado positivo."

Apesar dos elogios, as jogadoras brasileiras não ficaram totalmente satisfeitas com o basquete demonstrado diante da Argentina. A pivô Damiris, por exemplo, elogiou a equipe, mas pediu evolução para a segunda fase da competição, que começa na sexta-feira. Antes, no entanto, ainda na noite desta quarta, o Brasil encerra sua participação na primeira fase diante do México.

"Entramos muito bem na partida, mas deixamos elas encostaram. Depois do terceiro quarto, voltamos a aumentar a vantagem e jogando de forma mais coletiva e entrosada conquistamos mais uma vitória e a classificação para a semifinal. A equipe vem defendendo muito bem na competição e esse tem sido um ponto muito forte do time", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.