Brasil ganha e fecha 1.ª fase do Pré-Olímpico com 100%

A seleção brasileira feminina de basquete fechou a primeira fase do Pré-Olímpico, disputado na cidade colombiana de Neiva, com 100% de aproveitamento. Nesta terça-feira, mais uma vez sem qualquer tipo de problema com as adversárias, o Brasil derrotou o México por 88 a 61 (45 a 24 no primeiro tempo) e terminou a fase de classificação com quatro vitórias no Grupo B - as outras foram contra Paraguai, Canadá e Jamaica.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2011 | 20h56

Agora, a seleção comandada pelo técnico Ênio Vecchi terá dois dias de descanso para a disputa da semifinal. Nesta quarta será realizada a quinta e última rodada da primeira fase, quando o Brasil terá folga na tabela. E somente após estes últimos jogos é que será definida a adversária para o duelo da próxima sexta. O time nacional vai cruzar com o segundo colocado do Grupo A, que tem Cuba e Argentina como maiores forças. Em uma possível decisão, só a vitória interessa, uma vez que apenas a seleção campeã do Pré-Olímpico se garante nos Jogos de Londres - as demais semifinalistas terão nova chance no Pré-Olímpico Mundial.

Como aconteceu nas partidas anteriores, Ênio Vecchi aproveitou o adversário fraco para dar ritmo de jogo a várias reservas. Ainda assim o grande nome da partida foi mais uma vez a pivô Érika, que joga na WNBA (liga profissional norte-americana de basquete) e foi cestinha da partida com 22 pontos - ainda pegou seis rebotes. "A consistência que o time manteve nesses quatro jogos foi muito importante. Temos dois dias de descanso para entrarmos com o time inteiro nas semifinais", disse, em entrevista ao SporTV.

Além de Érika, a seleção brasileira contou com as boas atuações de Adrianinha - contribuiu com 13 pontos - e Franciele, que fez outros 11. "Estou muito satisfeita com a atuação. Estamos crescendo cada vez mais e queremos isso para a fase final. O nosso foco está nesses jogos finais", disse Franciele.

Tudo o que sabemos sobre:
basquetePré-OlímpicoBrasilMéxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.