Martin Mejia/AP
Martin Mejia/AP

Brasil ganha outra e vai encarar República Dominicana

Seleção masculina de basquete derrota Porto Rico e avança à semifinal no Pré-Olímpico

AE, Agência Estado

08 de setembro de 2011 | 22h36

Depois da histórica vitória sobre os argentinos no dia anterior, a seleção brasileira masculina de basquete manteve o embalo na noite desta quinta-feira e derrotou Porto Rico por 94 a 72, em Mar del Plata, na Argentina. Assim, o Brasil terminou a segunda fase do Pré-Olímpico na primeira colocação e vai disputar agora a semifinal contra a República Dominicana, na noite de sábado, quando precisa da vitória para garantir vaga na Olimpíada de Londres.

A República Dominicana foi a responsável pela única derrota do Brasil no Pré-Olímpico, ainda na primeira fase do torneio, quando fez 79 a 74 na última sexta-feira. Dessa vez, porém, o confronto é decisivo: uma vitória no sábado fará com que o basquete masculino brasileiro volte a disputar uma Olimpíada, o que não acontece desde os Jogos de Atlanta, em 1996. A outra vaga olímpica sairá no mesmo dia, na semifinal entre Argentina e Porto Rico.

Nesta quinta-feira, no encerramento da segunda fase do Pré-Olímpico, o Brasil entrou em quadra com muita confiança, resultado direto da vitória do dia anterior, quando acabou com o favoritismo e a invencibilidade da Argentina ao fazer 73 a 71. Assim, jogando com eficiência na defesa e um ótimo aproveitamento no ataque, a seleção brasileira não demorou para abrir vantagem sobre Porto Rico, terminando o primeiro quarto ganhando por 29 a 15.

No segundo quarto, o Brasil manteve o ritmo forte, indo para o intervalo com vitória parcial de 47 a 30. Mas a seleção brasileira deslanchou de vez no terceiro período. Diante de um adversário abatido e sem forças para reagir, chegou a abrir quase 30 pontos de vantagem: 77 a 49. Aí, foi só administrar a enorme vantagem nos últimos 10 minutos. O técnico Ruben Magnano chegou a poupar os principais jogadores, mas não atrapalhou o grande triunfo por 94 a 72.

Assim, o Brasil terminou a fase de classificação com a mesma pontuação da Argentina, que também venceu nesta quinta-feira, ao fazer 84 a 58 na República Dominicana. Mas os brasileiros ficaram na primeira colocação por causa da vantagem do confronto direto com os argentinos, que ficaram em segundo lugar. Já Porto Rico, mesmo com a sua segunda derrota na competição - caiu também diante dos donos da casa -, conseguiu a terceira posição, na frente dos dominicanos.

Agora, porém, toda a campanha feita em Mar del Plata fica em segundo plano. Em apenas um jogo, as quatro seleções irão decidir o seu futuro. Quem vencer no sábado, garante a vaga olímpica e ainda vai à final do torneio na Argentina. E quem perder a semifinal, terá pelo menos o consolo de ter conseguido a classificação para o Pré-Olímpico Mundial, que acontece no ano que vem, ainda sem datas e locais definidos, e que também pode levar aos Jogos de Londres.

"A gente conseguiu o primeiro objetivo, que era chegar na decisão de sábado numa boa condição. A ideia era não pegar a Argentina na semifinal", afirmou o ala Marcelinho Machado, um dos líderes da seleção brasileira. "Tudo o que a gente fez até agora na competição nos coloca numa condição boa. Agora, falta o passo mais importante. O time está preparado para isso e tenho certeza de que vai dar tudo certo", completou o jogador de 36 anos, em entrevista ao SporTV.

Tudo o que sabemos sobre:
basquetePré-Olímpico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.