Brasil perde da Rússia no basquete

A seleção brasileira feminina de basquete foi derrotada hoje pela Rússia, por 71 a 65, no Ginásio do Tijuca, no terceiro dos quatro jogos do "Desafio" entre os dois países. Com o resultado, as russas estão vencendo a série, por 2 a 1, já que triunfaram na primeira partida, por 71 a 68. Na segunda disputa, a vitória foi brasileira, 59 a 58. Amanhã acontece o último encontro das equipes no ginásio do Paulistano, às 18h. Apesar do resultado adverso, o técnico da seleção brasileira, Antônio Carlos Barbosa, considerou satisfatório o rendimento da equipe. Mesmo assim, enfatizou que o Brasil precisa ter mais tranqüilidade e "acertar a pontaria", principalmente porque dos 21 lances livres a que tiveram direito, durante a partida, as atletas converteram somente dez. Já as russas deram um show de eficiência neste fundamento: acertaram 24 em 28 arremessos. No primeiro quarto, as brasileiras exerceram forte marcação, impedindo os avanços das adversárias. O placar refletiu a eficiência da seleção, que chegou a sustentar uma diferença por quatro pontos de vantagem, mas terminou o quarto vencendo por 22 a 20. No segundo quarto, a seleção começou a desperdiçar muitos lances ofensivos e, mesmo com os erros, chegou a estar vencendo por 37 a 30. Depois, o nervosismo voltou a dominar as atletas, que permitiram a reação das russas, mas a vitória parcial ainda foi do Brasil: 37 a 34. Os dois últimos quartos foram dominados pelas russas. O Brasil não soube aproveitar seus arremessos e o setor defensivo que vinha sendo um dos pontos fortes da equipe começou a cometer sucessivas falhas. No terceiro quarto, ambas equipes não corresponderam em quadra e abusaram do direito de errar. Ainda assim, a seleção conseguiu se manter à frente do placar: 48 a 47. No último quarto prevaleceu a experiência da Rússia. As russas chegaram a fazer 53 a 48, mas o Brasil empatou a partida, 55 a 55. Em seguida, as brasileiras não conseguiram manter o ritmo e impedir a derrota. Brasil - Adrianinha (15 pontos), Silvinha (9), Micaela (13), Alessandra (10) e Cíntia Tuiú (10). Entraram: Jaqueline (2), Lilian, Vivian, Mamá (1), Renata e Kelly (5). Técnico - Antônio Carlos Barbosa. Rússia - Anna (24 pontos), Julia (14), Olga (12), Artechina (3) e Irina (8). Entraram: Naymushina, Tatyana (4), Ilona (4) e Stepanova (2). Técnico - Vadim Kapranov. Juízes - Sérgio Pacheco (SP), Enaldo Batista (SC) e Serguey Bulanov (Rússia). Local - Ginásio do Tijuca.

Agencia Estado,

17 de julho de 2003 | 20h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.