Samuel Vélez/FIBA
Samuel Vélez/FIBA

Brasil perde de Cuba e decide ida ao Mundial da Turquia no sábado

Na fase de classificação da Copa América, Brasil teve 100% de aproveitamento

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2013 | 23h50

XALAPA - Em um jogo em que teve um primeiro tempo irreconhecível, a seleção brasileira feminina de basquete foi derrotada por Cuba por 72 a 68 (55 a 49 no primeiro tempo), nesta sexta-feira, nas semifinais da Copa América de basquete, que está sendo realizada na cidade de Xalapa, no México. Agora, por uma vaga no Mundial da Turquia, no ano que vem, a equipe comandada por Zanon tem de vencer Porto Rico, neste sábado, às 19h45 (de Brasília), na decisão do terceiro lugar.

Na fase de classificação, em que teve um aproveitamento de 100% em quatro partidas, o Brasil ganhou facilmente das porto-riquenhas na estreia por 91 a 54. Mais cedo nesta sexta, o Canadá venceu as caribenhas com tranquilidade por 73 a 48. Assim, canadenses e cubanas decidem o título neste sábado e já estão classificadas ao Mundial.

Em quadra, o Brasil teve um péssimo primeiro tempo. Com muitos erros, a maioria de forma infantil, a seleção sofria na partida e via as cubanas abrirem vantagem. No primeiro quarto, as caribenhas ganharam por 22 a 15. No segundo, a diferença foi ainda maior e com o baixo aproveitamento brasileiro nos arremessos - o time de Zanon marcou apenas 6 pontos - o jogo foi para o intervalo com o placar de 40 a 21 para Cuba.

No intervalo, Zanon deve ter dado uma bronca e tanto nas jogadoras, que voltaram mais ligadas. O resultado foi uma marcação pressão na saída de bola das cubanas, forçando mais os erros da rival. E também o aumento no acerto dos arremessos. O resultado disto tudo foi a reação brasileira, que diminuiu a desvantagem e foi para o quarto período perdendo por "apenas" 55 a 49.

No último quarto, a partida teve um equilíbrio até o quinto minuto. Cuba mantinha uma vantagem entre quatro e dez pontos e não deixava as brasileiras encostarem. A partir daí, com mais velocidade, o Brasil melhorou e chegou a empatar o jogo em 68 a 68. As cubanas abriram dois pontos e Adrianinha tentou uma cesta de três, mas errou. Com três pontos atrás, Adrianinha errou novamente, as caribenhas abriram quatro pontos e venceram o jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.