Brasil perde do México no basquete

Foi melancólica a despedida brasileira no Pré-Olímpico Masculino de Basquete, em San Juan, Porto Rico. O time comandado por Lula Ferreira entrou em quadra ainda com chances de conseguir a classificação para as semifinais, mas foi derrotado para o México por 102 a 92 e terminou a fase decisiva na sétima e penúltima colocação.O Brasil dependia de uma remota combinação de resultados para garantir a classificação. Precisava que a Venezuela vencesse o Canadá no primeiro jogo, o que acabou acontecendo (93 a 86 na prorrogação). Depois, precisaria vencer o México e torcer por uma derrota da Argentina, vice-campeã mundial, para a República Dominicana, lanterna da fase final com uma vitória em sete jogos.Mas o Brasil não fez a sua parte. Desde o começo, mostrou apatia e desânimo pela derrota na noite anterior para Porto Rico. Alguns dos erros que o time mostrou na fase decisiva se repetiram, principalmente o baixo índice de acerto nos arremessos de três pontos (apenas 4 em 26). O ala Marcelinho errou 10 dos 11 que tentou.Os poucos bons momentos do time vinham dos pivôs. Nenê foi o cestinha da partida, com 26 pontos, e ainda apanhou 14 rebotes. Tiago Splitter fez 20 pontos e mostrou que poderia ter sido mais utilizado nas outras partidas. "Não precisava ter terminado desse jeito. Acaba tirando o brilho que tivemos durante a competição", lamentou o técnico Lula Ferreira.As semifinais do Pré-Olímpico acontecem no sábado. Os Estados Unidos, que terminaram a segunda fase em primeiro, devem jogar contra Porto Rico. Canadá também já está garantido, enquanto a Argentina depende de vitória sobre os dominicanos. A decisão será no domingo, com três em jogo para os Jogos de Atenas.

Agencia Estado,

28 de agosto de 2003 | 19h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.