José Jiménez Tirado/FIBA Americas
José Jiménez Tirado/FIBA Americas

Brasil supera Ilhas Virgens na Copa América de basquete

Seleção feminina garante classificação às semifinais

Estadão Conteúdo

13 Agosto 2015 | 08h54

A seleção brasileira feminina de basquete está classificada para as semifinais da Copa América, que está sendo realizada em Edmonton, no Canadá. Na noite de quarta-feira, a equipe manteve a sua invencibilidade na competição e obteve a terceira vitória ao derrotar a seleção das Ilhas Virgens por 72 a 58.

O Brasil venceu os três jogos que disputou no Grupo B, assim como a Argentina, sua adversária nesta quinta-feira, às 23h45 (horário de Brasília), na rodada final da chave, que vale apenas a liderança, pois ambas as equipes já estão classificadas às semifinais. A situação é a mesma do Grupo A, com as seleções Canadá e Cuba dividindo a ponta com 100% de aproveitamento e garantidas na próxima fase, restando apenas a definição sobre quem avança em primeiro lugar.

Diante da equipe de Ilhas Virgens, que encerrou a sua participação na Copa América sem sequer uma vitória e com quatro derrotas, o Brasil demorou um pouco a deslanchar, fechando o primeiro quarto com uma vantagem de apenas três pontos - 20 a 17 - e indo ao intervalo vencendo por 39 a 31.

Depois, porém, a equipe abriu larga vantagem ao fim do terceiro período 61 a 42 e fechou o duelo com o placar de 72 a 58. Nadia Colhado voltou a se destacar pelo Brasil, com 15 pontos e nove rebotes, enquanto Isabela Ramona anotou 12 pontos, um a mais do que Débora Costa. Já Tainá Paixão somou dez pontos e seis assistências. Natalie Day e Victoria Hamilton, das Ilhas Virgens, foram as cestinhas do duelo com 16 pontos, sendo que Hamilton ainda obteve 11 rebotes e deu quatro assistências.

Get Adobe Flash player

"Estou contente com a vitória, mas com certeza poderíamos ter jogado melhor. É claro que fizemos um bom trabalho de equipe e essa tem sido a nossa principal característica, o jogo coletivo. Amanhã contra a Argentina vai ser uma partida difícil para os dois lados, já que são eternas rivais em tudo. Da mesma forma que conhecemos o jogo delas, as argentinas também sabem como atuamos. Mas vamos entrar com tudo para garantir a vitória", disse Tainá Paixão.

A seleção campeã da Copa América se classifica automaticamente para o torneio de basquete feminino dos Jogos Olímpicos do Rio, torneio para o qual o Brasil recebeu convite por ser o país-sede. Outras três seleções garantem presença no Pré-Olímpico Mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.