Brasil vê derrota para Argentina no basquete como lição

Em preparação para a Copa América de Basquete, que será disputada na Venezuela a partir do dia 30 de agosto, a seleção brasileira masculina sofreu um revés na noite de domingo. Na decisão do Torneio Super Four, em Anápolis (GO), a equipe dirigida por Ruben Magnano perdeu para a Argentina por 85 a 80. Capitão do Brasil, Marcelinho Huertas lamentou o resultado, mas acredita que ele servirá como uma importante lição.

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2013 | 08h46

"Essa derrota vai servir como aprendizado na nossa preparação e a Argentina mostrou que continua sendo um adversário forte. Hoje cometemos uma série de erros e eles fizeram uma apresentação melhor. Perdemos muitos rebotes de ataque e tivemos várias bolas perdidas. Mas temos tempo para corrigir essas falhas até a Copa América", disse.

Na noite de domingo, o Brasil esteve quase sempre atrás da Argentina no placar, tanto que terminou o primeiro tempo perdendo por 45 a 39. A equipe ainda diminuiu a vantagem dos argentinos para dois pontos (62 a 60) antes do início do último quarto, mas não foi suficiente para evitar a derrota.

O argentino Luis Scola foi o cestinha da partida, com 26 pontos, quatro a mais do que o compatriota Juan Gutierrez. Marcelinho Huertas, com 17 pontos, seis assistências e um rebote, Alex Garcia, com 16 pontos e cinco rebotes, e Larry Taylor, com 12 pontos, quatro rebotes e duas assistências, se destacaram pelo Brasil.

Após o Super Four de Anapólis, a seleção brasileira masculina de basquete segue em preparação para a Copa América. Nesta terça-feira, às 19 horas, a equipe vai enfrentar o México em amistoso no ginásio do Paulistano, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.