Brasileiros da NBA ansiosos para jogar

Nenê e Jefferson não vêem a hora de começar a pré-temporada 2002/03 da NBA. Os jogos que poderão ter os dois atletas brasileiros serão realizados a partir de domingo, em 60 cidades de Estados Unidos e Canadá, com um deles na República Dominicana. A temporada regular começa no dia 29. Existe a possibilidade de os brasileiros se enfrentarem no dia 12, na segunda rodada da pré-temporada, já que o Denver Nuggets de Nenê vai a Los Angeles enfrentar os Lakers, time com o qual Jefferson está treinando."Está ótimo. Melhor impossível. Ontem (terça) começaram os treinos oficiais. Está bem puxado, mas estou muito contente", disse Nenê, 20 anos, ex-atleta do Vasco que mora no Colorado desde março. Antes do confronto com os Lakers, os Nuggets vão a Dallas jogar com os Mavericks no dia 10.Edson Hilário, tio e agente de Nenê, passou a última semana com o sobrinho. Conta que o jovem brasileiro não sofreu nenhum problema com adaptação. "Está tudo perfeito. Todos os jogadores do time estão sempre brincando com ele. O ambiente é excelente."No caso de Jefferson, a Confederação Brasileira de Basquete recebeu nesta quarta-feira o pedido de liberação do atleta - já concedida -, para que ele atue na liga profissional norte-americana. O ala de 22 anos irá jogar no Los Angeles Lakers, tricampeão da NBA, do técnico Phil Jackson e do pivô Shaquille O?Neal. Mas também pode ser que o brasileiro não faça parte do grupo principal dos Lakers - tudo depende de seu desempenho nos treinos e testes.Outra novidade, além da dupla brasileira na NBA, é a 61ª cidade na lista de sedes para jogos da pré-temporada: São Domingos, na República Dominicana. A cidade, que sediará os Jogos Pan-Americanos/2003, verá Miami Heat x Minnesota Timberwolves no dia 11, no Palacio de los Deportes. Será a 19ª partida organizada pela NBA na América Latina.E a organização da Liga confirmou para esta temporada a possibilidade do uso de imagens de tevê para auxiliar a arbitragem em lances duvidosos. O procedimento já é adotado na liga de futebol americano, de rúgbi e de críquete.Ausências - Latrell Sprewell teve uma boa razão para faltar neste início da fase de treinos: o ala do New York Knicks sofreu uma cirurgia em um dedo. O ala Allan Houston não se apresentou, alegando problemas particulares. Outro que faltou aos treinos na terça-feira foi Kurt Thomas - o pivô dos Knicks teve de ir a Connecticut para se apresentar a um juiz que o acusou formalmente de agressão, depois de discussão com a mulher.Outra estrela que não compareceu ao primeiro dia de treinos foi Gary Payton, do Seattle Supersonics. O armador alegou, via declaração oficial de seu agente, que antes de começar a trabalhar tem de resolver um problema com Howard Schultz, o proprietário do time. "É uma falta imperdoável", declarou Nate McMillan, técnico dos Sonics.Nos treinos do Indiana Pacers, quem não apareceu foi Reggie Miller. O ala alegou dor no tornozelo. E Al Harrington não pôde voltar ao time porque ainda convalesce de cirurgia de reconstrução no joelho direito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.