Briga jurídica no basquete brasileiro preocupa Hélio Rubens

O técnico Hélio Rubens Garcia, que comanda o Franca/Unimed/Mariner, na final do Campeonato Nacional Masculino de Basquete contra o COC/Ribeirão Preto, tem atravessado noites maldormidas. Assim como o técnico do Ribeirão, Aluísio Ferreira, o Lula, Hélio teme pelo desfecho da polêmica que cerca a decisão do torneio. Para os dois treinadores, a temporada pode até acabar sem campeão. ?Temos tido prejuízo sob todos os aspectos e isso vai além do lado financeiro?, afirmou Hélio Rubens. ?Quando as ações atingem a essência do basquete, que é o jogo, significa parar a modalidade. O prejuízo financeiro é pequeno tendo em vista o abalo da credibilidade do esporte?, ressaltou Lula. Ribeirão Preto e Franca chegaram a disputar o primeiro jogo da série melhor-de-cinco da final, sexta-feira, com vitória de Ribeirão por 63 a 61. No domingo, a Justiça paralisou o campeonato - a torcida chegou a formar fila na entrada do Ginásio Pedrocão, em Franca, mas o dinheiro dos ingressos foi devolvido. ?Fora a enorme frustração que sentiram por não haver jogo?, disse Hélio Rubens. O Universo/BRB, de Brasília, paralisou o Nacional por força de liminar obtida na Justiça comum em que alega ter sido prejudicado no jogo que perdeu da Telemar/Rio no hexagonal semifinal. O time de Brasília argumenta que o armador Arnaldinho, do Rio, jogou em situação irregular. Mas Arnaldinho atuou amparado por liminar. ?Acho que isso não foi esclarecido pelo Universo ao juiz que julgou o pedido?, disse Lula, para quem a morosidade da Justiça ?contempla os que não têm razão?. Como técnico, Lula também se preocupa com a seleção, que este ano disputará o Mundial do Japão, de 19 de agosto a 3 de setembro. ?O Brasil vai acabar não conseguindo vaga olímpica por força de liminar?, desabafa. Hélio Rubens, que atua no basquete há 50 anos, disse que nunca viu uma crise chegar ?a esse ponto?, nem nos momentos de maior divergência política. ?O máximo que vi foi o Sírio aparecer com liminar para tirar de quadra um estrangeiro irregular do Palmeiras.?

Agencia Estado,

30 Maio 2006 | 19h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.