Kyle Terada/USA Today Sports
Kyle Terada/USA Today Sports

Brooklyn Nets surpreende e acerta com Kevin Durant e Kyrie Irving

Franquia ainda acerta com o pivô DeAndre Jordan, que estava no rival New York Knicks

Redação, Estadão Conteúdo

30 de junho de 2019 | 20h46

O início da agência livre da NBA, período onde as franquias podem negociar com os jogadores sem contrato, começou neste domingo formando um potencial grande time para os próximos anos: o Brooklyn Nets. A franquia de Nova York conseguiu contratar Kevin Durant e Kyrie Irving, dois dos mais cobiçados atletas da atualidade.

Depois de uma passagem cheia de atritos pelo Boston Celtics, Irving assinou um vínculo de US$ 141 milhões (R$ 542 milhões) por quatro anos. Já Durant, que se recupera de uma lesão no tendão de Aquiles e deve perder toda a próxima temporada, abriu mão de uma oferta de renovação com o Golden State Warriors, de US$ 221 milhões (R$ 851 milhões), e aceitou um contrato de US$ 164 milhões (R$ 631 milhões), também por quatro anos, para fazer a parceria com seu amigo. Vai se juntar a dupla o pivô DeAndre Jordan, que estava no rival New York Knicks.

Outro time que se movimentou rápido, mas nesse caso para não perder as suas principais peças foi o Milwaukee Bucks. A franquia de Wisconsin, dona da melhor campanha da última temporada regular, renovou com o pivô Brook Lopez por quatro anos, por US$ 52 milhões (R$ 200 milhões), e com o ala Khris Middleton por cinco anos, pagando US$ 178 milhões (R$ 685 milhões). A baixa fica por conta de Malcolm Brogdon. O calouro do ano em 2016/2017 foi para o Indiana Pacers, onde vai receber US$ 85 milhões (R$ 327 milhões) em quatro anos. Jeremy Lamb também fechou com a equipe de Indianápolis.

Uma opção que surpreendeu na liga norte-americana foi a de Nikola Mirotic. O montenegrino, mas que defende a Espanha, fechou decidiu deixar a NBA para atuar pelo Barcelona. Outro atleta espanhol que movimentou a janela de transferências foi Ricky Rubio. O armador, ex-Utah Jazz, assinou por três anos, no valor de US$ 51 milhões (R$ 196 milhões), com o Phoenix Suns.

Em outro negócio que já era esperado, Kemba Walker deixou o Charlotte Hornets e assinou com Boston Celtics. Já Terry Rozier faz o caminho inverso e vai para a franquia da Carolina do Norte. O Dallas Mavericks também conseguiu garantir a renovação de Kristaps Porzingis. O letão está no time texano desde a troca com os Knicks na última temporada, mas não jogou por estar se recuperando de lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo.

Mesmo não tendo o mesmo impacto de antigamente por conta dos seguidos problemas físicos sofridos ao longo dos anos, Derrick Rose foi outro nome cobiçado na agência livre. O melhor jogador da liga em 2010/2011 fechou com o Detroit Pistons.

Restam alguns grandes nomes que ainda não decidiram o seu futuro nas primeiras horas da abertura da janela: Kawhi Leonard, Al Horford, DeMarcus Cousins, Jimmy Butler, D'Angelo Russell, Julius Randle e Danny Green.

Confira outras movimentações de agentes livre na NBA:

Orlando Magic - Nikola Vucevic (renovação), Terrence Ross (renovação) e Al-Farouq Aminu (contratação)

Sacramento Kings - Harrison Barnes (renovação), Trevor Ariza (contratação) e Dewayne Dedmon (contratação)

New Orleans Pelicans - J.J Redick e Nicolo Melli (ambos contratação)

Utah Jazz - Bojan Bogdanovic (contratação)

Chicago Bulls - Thaddeus Young (contratação)

Memphis Grizzlies - Jonas Valanciunas (renovação)

Philadelphia 76ers - Tobias Harris (renovação)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.