Bulls e Heat vencem na abertura dos playoffs da NBA

Foi no sufoco, mas Chicago Bulls e Miami Heat conseguiram confirmar o favoritismo na abertura dos playoffs da NBA. Donas das melhores campanhas da Conferência Leste na temporada regular, as duas equipes tiveram vitórias apertadas neste sábado, respectivamente contra Indiana Pacers e Philadelphia 76ers, e saíram na frente em seus confrontos nas séries melhor de sete jogos.

AE, Agência Estado

16 de abril de 2011 | 19h33

Mesmo tendo conseguido a melhor campanha na temporada regular da liga norte-americana de basquete, entrando nos playoffs como favorito ao título, o Bulls sofreu para ganhar em casa neste sábado. No quarto final, o Pacers chegou a abrir 10 pontos de vantagem. Mas o time de Chicago fez 16 a 1 nos últimos 3 minutos e 38 segundos de partida e conseguiu a virada: 104 a 99.

O destaque da vitória do Bulls foi novamente o armador Derrick Rose, grande favorito a ser escolhido o melhor jogador da temporada regular da NBA. Dessa vez, ele contribuiu com 39 pontos. Do lado do Indiana Pacers, Danny Granger, com 24 pontos, e Tyler Hansborugh, com 22, tiveram grande atuação. Agora, as duas equipes voltam a jogar na segunda-feira, novamente em Chicago.

Assim como o Chicago Bulls, o Heat também não teve vida fácil na abertura dos playoffs. Mesmo jogando em casa, neste sábado, o time de Miami precisou lutar muito para derrotar o Philadelphia 76ers por 97 a 89. Para isso, contou com seu trio de astros: LeBron James, com 21 pontos e 14 rebotes, Chris Bosh, com 25 pontos e 12 rebotes, e Dwyane Wade, com 17 pontos marcados.

Dono da segunda melhor campanha na Conferência Leste durante a temporada regular, o superfavorito Heat sofreu para segurar o jovem time da Filadélfia, que contou com atuações inspiradas do reserva Thaddeus Young - ele terminou o jogo deste sábado com 20 pontos e 11 rebotes. Agora, as duas equipes voltam a se enfrentar na segunda-feira, novamente no ginásio em Miami.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.