Paul Rutherford / USA Today Sports
Paul Rutherford / USA Today Sports

Bulls tiram 19 pontos de desvantagem em incrível virada sobre os Celtics na NBA

Com a vitória, equipe de Chicago se isola na liderança da Conferência do Leste

Redação, Estadão Conteúdo

02 de novembro de 2021 | 09h00

O Chicago Bulls tinha tudo para conhecer sua segunda derrota na temporada na NBA na noite desta segunda-feira. Já na reta final do terceiro período, perdia com desvantagem de 19 pontos na casa do Boston Celtics. Mas DeMar DeRozan e Zach Lavine, auxiliados por ótima aparição dos reservas, buscaram uma incrível virada para 128 a 114, com 53 a 20 nos últimos 15 minutos.

O espetacular e surpreendente resultado no TD Garden, em Boston, foi importante também para os Bulls se isolarem na liderança da Conferência do Leste. Agora são seis vitórias e somente uma derrota em início de temporada animador. O Miami Heat também perdeu só uma, mas tem um triunfo a menos.

DeRozan foi o cara da partida ao anotar 37 pontos. O ala dos Bulls chegou a ficar um bom tempo no banco com a derrota encaminhada, mas voltou no fim para não apenas ser o cestinha, como colaborar com sete rebotes.

Quando não estava em quadra, coube ao armador Zach Lavine iniciar a reação do time e também pessoal. Depois de iniciar a partida com a mão descalibrada, acertando somente dois de 10 arremessos, ele enfim entrou no jogo e, com muitos reservas em quadra, se destacou. Além dos 26 pontos, distribuiu sete assistências. A prova da força do conjunto dos Bulls se comprovou com os nove atletas utilizados na partida pontuando.

Com o jogo caminhando para a reta decisiva, o Boston abriu 94 a 75 a três minutos do fim do terceiro quarto e tinha a vitória assegurada após 28 pontos do armador Jaylen Brown. Mas o jogador desapareceu no período final, não acertou mais arremessos e a bola dos Celtics começou a queimar na mão. O time fez somente 11 pontos e levou 39 num quarto final excelente dos Bulls.

Após o jogo, o também armador Marcus Smart reclamou que Brown e Jayson Tatum, os ídolos do Boston, não passam a bola, jogando a culpa pela derrota, indiretamente, na dupla.

"Eu só gostaria de jogar basquete. Todos os times sabem que as nossas jogadas são para Jayson e Jaylen, ou seja, cada time é programado para parar os dois. Acho que a missão dos adversários é fazer os dois passarem a bola, mas eles não querem passar a bola", disparou. "Isso é algo que eles vão aprender. Eles terão que encontrar maneiras de criar não apenas para si mesmos, mas para os outros nesta equipe, justamente para abrir a quadra para os dois", seguiu. "Enfim, só posso fazer alguma coisa quando a bola não está nas minhas mãos e estou parado no canto da quadra."

Confira os resultados desta segunda-feira:

Philadelphia 76ers 113 x 103 Portland Trail Blazers

Charlotte Hornets 110 x 113 Cleveland Cavaliers

Indiana Pacers 131 x 118 San Antonio Spurs

Boston Celtics 114 x 128 Chicago Bulls

Atlanta Hawks 118 x 111 Washington Wizards

New York Knicks 104 x 113 Toronto Raptors

Memphis Grizzlies 106 x 97 Denver Nuggets

Minnesota Timberwolves 97 x 115 Orlando Magic

Los Angeles Clippers 99 x 94 Oklahoma City Thunder


Confira os jogos desta terça-feira:


Detroit Pistons x Milwaukee Bucks

Dallas Mavericks x Miami Heat

Utah Jazz x Sacramento Kings

Phoenix Suns x New Orleans Pelicans

Los Angeles Lakers x Houston Rockets

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.